Turismo

Secult explica contrato de quase cem mil dólares firmado com empresa espanhola

Review Pro Guest Intelligence foi contratada por inexigibilidade para serviço de consultoria

[Secult explica contrato de quase cem mil dólares firmado com empresa espanhola]
Foto : NaBahia

Por Adelia Felix no dia 09 de Julho de 2019 ⋅ 16:17

Após a reportagem do Metro1 publicar que a prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), firmou contrato no valor de USD$ 99,997.92 com a empresa Review Pro Guest Intelligence, para serviço de consultoria, a pasta esclareceu o motivo da contratação. 

Segundo a Secult, deve-se ao fato de que, a partir do monitoramento da empresa espanhola, Salvador ganhou ainda mais notoriedade por ser o primeiro destino turístico brasileiro a classificar a qualidade dos equipamentos e atrativos turísticos da cidade. A iniciativa, de acordo com a secretaria, também rendeu à capital baiana a primeira colocação do Prêmio Nacional do Turismo 2018, do Ministério do Turismo, na categoria “Monitoramento e Avaliação do Turismo”. 

“O reconhecimento é resultado da utilização do índice Global Review IndexTM (GRI) – algorítimo exclusivo desta empresa –, na criação do Programa de Otimização de Performance (POP) da Secult. Com a renovação do contrato, a Prefeitura passou a monitorar, em tempo real, o grau de satisfação e qualidade de 37 atrativos turísticos e 106 meios de hospedagem, com informações detalhadas do sentimento do visitante durante sua experiência na cidade”, explica por meio de nota. 

O monitoramento é realizado em 175 sites de avaliações/agências de turismo online, escritas em 45 idiomas. Diariamente, são monitoradas cerca de 272 mil resenhas online. Com as informações detalhadas, o Executivo Municipal ofereceu aos hotéis a possibilidade de monitorarem seus estabelecimentos, utilizando os relatórios gerados pela empresa espanhola para corrigir rapidamente inconformidades, aprimorando a qualidade dos serviços e a experiência dos visitantes, obtendo como resultado a geração de maior fluxo de clientes e receita para os hotéis a partir da melhoria das suas reputações online.

“Esta contratação foi realizada por meio de inexigibilidade de licitação, caracterizada pela impossibilidade de competição, exatamente porque a Review Pro é a única no mundo que possui o índice Global Review IndexTM (GRI) para captura, processamento e monitoramento de opiniões públicas, em tempo real, disponibilizadas através de resenhas sobre equipamentos e atrativos turísticos, hospedadas em sites de avaliações e agências de turismo online”, detalha o gestor da Secult, Claudio Tinoco.

O primeiro contrato, realizado em 2017, correspondeu ao período de 15 de novembro de 2017 a 15 de novembro de 2018. O monitoramento foi realizado em 30 atrativos turísticos e 80 meios de hospedagem. Com a renovação do contrato, serão monitorados 37 atrativos e 106 meios de hospedagem, além de oferecer a 66 meios de hospedagem a possibilidade de monitorar seus estabelecimentos, utilizando os relatórios da ReviewPro, durante o período de um ano, contados do dia 4 de julho deste ano.

No início deste ano, a Secult utilizou informações da Review Pro também para reconhecer os atrativos e meios de hospedagem que mais se destacaram no ano de 2018, segundo os aspectos: índice de reputação GRI, percentual de resenhas respondidas e tempo médio de resposta do gerente, com Trófeus e certificados de excelência, em um evento de premiação.

Notícias relacionadas

[Turismo cresce 11% na Bahia em maio]
Turismo

Turismo cresce 11% na Bahia em maio

Por Metro1 no dia 15 de Julho de 2019 ⋅ 15:00 em Turismo

Na avaliação do secretário estadual de Planejamento, Walter Pinheiro, setor deverá avançar ainda mais com pacotes de incentivo e investimentos anunciados