Política

Bolsonaro nega nepotismo em indicação de filho para embaixada e diz não estar 'preocupado com crítica'

Presidente classificou a indicação ainda como uma "possibilidade", que também depende da aprovação do Senado

[Bolsonaro nega nepotismo em indicação de filho para embaixada e diz não estar 'preocupado com crítica']
Foto : Carolina Antunes/PR

Por Juliana Almirante no dia 12 de Julho de 2019 ⋅ 10:10

O presidente Jair Bolsonaro negou que uma eventual indicação do próprio filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada do Brasil nos EUA, seja um ato de nepotismo. 

"Essa função não é nepotismo, jamais faria isso", afirmou o mandatário, em live nas redes sociais hoje (12). 

Jair Bolsonaro classificou a indicação ainda como uma "possibilidade", que também depende da aprovação do Senado.  

"Essa questão vou conversar com ele (Eduardo). Passa do Senado, não passa por mim. Se for sabatinado, sairá muitíssimo bem", declarou. 

O presidente voltou a usar argumentos como o conhecimento do filho em línguas estrangeiras. "O garoto fala inglês e espanhol, tem vivência no mundo todo. É amigo dos filhos de Trump", justificou. 

Jair Bolsonaro também afirmou que o filho tem formação melhor do que a dele próprio e que não seria um "aventureiro", porque acabou de casar. 

"Não estou prepcupado com crítica. O caminho do fracasso é tentar agradar todo mundo", defendeu Bolsonaro.

Notícias relacionadas