METROPOLE

Domingo, 09 de maio de 2021

Economia

Fundo de investimentos cria alternativa de crédito para empresas baianas

FIDC Arazul Desenvolve Bahia vai usar 100% do dinheiro investido por baianos na compra de direitos creditórios

Fundo de investimentos cria alternativa de crédito para empresas baianas

Foto: Reprodução / Facebook

Por: Augusto Romeo no dia 16 de abril de 2021 às 09:59

A Arazul Capital, plataforma múltipla de operações no mercado financeiro, criou, em parceria com Carlos Falcão, líder do Grupo Business Bahia, um produto financeiro com DNA baiano, o FIDC Arazul Desenvolve Bahia. 

O fundo de investimentos em diretórios créditos - pensando de maneira específica para investidores e empresas baianas - foi desenvolvido com o intuito de criar alternativas para a seguinte descorrelação histórica: o Nordeste é uma das regiões mais relevantes na economia brasileira, contribuindo com 14,3% do Produto Interno Bruto (PIB), mas conta apenas com 7% do crédito privado do país.

Sendo um fundo de investimentos em direitos creditórios, o FIDC tem como premissa utilizar 100% do dinheiro investido por baianos em compra de direitos creditórios das empresas baianas. Além disso, esse fundo contará com investidores baianos e de outras regiões, atraindo liquidez também de fora do estado, que será injetada no caixa das empresas baianas. Dessa maneira, a liquidez dos baianos financiará empresas baianas, ampliando o ciclo virtuoso de geração de riqueza do estado da Bahia.

"Aqui temos grandes empresas e empresários, um mercado consumidor importante e uma economia estabilizada. O que precisamos para prosperar ainda mais é acesso a crédito. Como a Bahia possui o maior PIB do nordeste (28%), é quem mais sofre com esse impacto negativo. É um desafiado bastante motivador, afinal, apesar de nascida em São Paulo, a Arazul Capital possui três sócios soteropolitanos, portanto, um forte DNA baiano", afirmou Fábio Lima, sócio da Arazul Capital.

Hoje, no Brasil, existem mais de 900 FIDCs. Em 2019, a soma do patrimônio líquido dos FIDCs cresceu 50%, chegando a R$ 154 bi. Em 2020, continuou crescendo e alcançou R$ 175 bi de patrimônio líquido. Esse crescimento faz com que os FIDCs sejam considerados um dos veículos de investimento mais sólido do mercado de capitais brasileiro.

TV METRO

Entrevistas

Roberto Coelho

Em 07 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Fundo de investimentos cria alternativa de crédito para empresas baianas - Metro 1