Brasil

Movimentação de talude em mina da Vale em Barão de Cocais atinge 20 cm em alguns pontos

Segundo a ANM, não é possível prever o dia em que ocorrerá a ruptura

[Movimentação de talude em mina da Vale em Barão de Cocais atinge 20 cm em alguns pontos]
Foto : Reprodução / TV Globo

Por Juliana Rodrigues no dia 26 de Maio de 2019 ⋅ 14:30

A Agência Nacional de Mineração (ANM) informou, na manhã de hoje (26), que a movimentação do talude que pode se romper a qualquer momento na mina de Gongo Soco, da mineradora Vale, em Barão de Cocais (MG), chega a 20 cm por dia em pontos isolados. Na parte inferior do paredão, a velocidade de deformação da estrutura é de 15,5 cm ao dia. 

Ontem (25), o deslocamento chegou a atingir 19 cm em alguns pontos. O talude fica acima da cava de mineração na Mina de Gongo Soco, que está cheia de água. A barragem Sul Superior está a 1,5 quilômetro desta cava. 

Caso o paredão se rompa, poderá haver uma reação em cadeia que levará ao colapso da barragem. Outro cenário menos grave, mas também preocupante, é que a água da cava transborde e atinja rios da região da mina.

Segundo o chefe da Divisão de Segurança de Barragens da ANM, Wagner Nascimento, não é possível prever o dia em que ocorrerá a ruptura do talude, mas a tendência é que a queda da estrutura aconteça até este fim de semana.

Notícias relacionadas