Saúde por Paloma Morais no dia 11 de Jan de 2018 • 17:10

Certificado para viagem só será emitido com dose inteira de vacina da febre amarela

Certificado para viagem só será emitido com dose inteira de vacina da febre amarela

Foto: Agência Brasil

Quem for viajar para áreas que exigem o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) terão que tomar a dose inteira da vacina da febre amarela (0,5 ml) e não a fracionada (0,1 ml) que será aplicada em alguns estados, a exemplo da Bahia.

"Não será emitido CIVP, em hipótese alguma, para quem apresentar comprovante de vacinação com etiqueta referente a dose fracionada", diz nota da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que emite o certificado que comprova a imunização contra doenças.

De acordo com a Anvisa, a medida se deve ao fato de viajantes internacionais integrarem o grupo que não é indicado para receber a dose fracionada, além de crianças de nove meses a menores de dois anos, pessoas com condições clínicas especiais e gestantes.

No ato da vacinação, as pessoas devem apresentar o comprovante da viagem para que possam receber a dose padrão da vacina.



publicidade:


Notícias : Saúde