Saúde por Laura Lorenzo no dia 22 de Set de 2017 • 17:22

Casos de dengue, chikugunya e zyka têm mais de 45% de redução em Salvador

Casos de dengue, chikugunya e zyka têm mais de 45% de redução em Salvador

Foto: Venilton Kuchler / ANPr

Os casos de arboviroses, como são categorizadas doenças como a dengue, a chikugunya e a zyka, tiveram redução em Salvador de janeiro até o mês de setembro desse ano, de acordo com dados da Vigilância Epidemiológica de Salvador.

Durante esse período foram contabilizados 515 casos de dengue, o que representa um decréscimo de 54% em relação a 2016, quando foram notificados 944 ocorrências. Já a chikugunya registrou 91 casos confirmados em 2017, número 57% menor que em 2016, quando foram notificados 158 ocorrência. E a zika passou de 77 para 36 ocorrências, o que significa a diminuição de 47%.

O Centro de Controle de Zoonoses informou que, com a chegada da primavera, os mutirões de limpeza pelo município serão intensificados, principalmente nos meses de outubro e novembro. “Salvador é um lugar quente e o mosquito precisa de água e calor. Como o inverno esse ano foi rigoroso com as chuvas, e diante da chegada do verão, a combinação se torna perfeita para o desenvolvimento do mosquito. Por isso, estamos apurando junto com os agentes de endemia os locais que mais precisam de ações”, disse a subgerente das Arboviroses do CCZ, Isolina Miguez.



publicidade:


Notícias : Saúde