Saúde 05 de Jan de 2017 • 15:02

"Já foram distribuídos", disse Rui sobre testes da zika comprados pelo SUS

Foto: Tácio Moreira / Metropress

O governador Rui Costa (PT) aproveitou a manhã desta quinta-feira (5) para divulgar os novos trabalhos da Bahiafarma, como por exemplo os testes para doenças como a zika e chikungunya, distribuídos pelo Ministério da Saúde para todo o país, assim como novos projetos pensados pelo governo do estado. 

"Eles já foram distribuídos. O comprador é o sistema SUS, é o ministério. Os lotes já foram entregues e a partir daí serão distribuídos para os municípios que farão esses testes nas unidades básicas de saúde. Eu diria que nos próximos dias os municípios do Brasil inteiro começam a receber, respeitando, é evidente, a ordem de  prioridades estabelecida pelo ministério, que tem como prioridade o atendimento de mulheres grávidas", contou o governador, sobre os testes desenvolvidos para o disgnóstico da zika.

Já os testes da chikungunya estão sendo desenvolvidos para funcionarem e ser distribuídos como o da zika. "Estamos fazendo agora o teste da chicungunya, para que também possa ter o diagnostico. Porque se você não sabe o que a pessoa tem, o tratamento pode não ser adequado. Então os testes visam dar precisão aos médicos em qual é o problema que aquela pessoa tem, facilitando para que ele dê o tratamento mais adequado para que a pessoa se recupere mais rapidamente", disse Rui.

Próteses

O governador falou ainda sobre um novo projeto que o governo do estado está planejando. De acordo com Rui, ele está trabalhando para trazer empresas italianas ou alemãs para produzir próteses na Bahia, em parceria também com a Bahiafarma. "As próteses nacionais são de baixa qualidade e de preço alto. Nós queremos melhorar não só a qualidade e o atendimento à população, mas também diminuir o preço dessas próteses para população", contou o petista. 

publicidade:


Notícias : Saúde

Carregar mais