Política por Matheus Morais no dia 07 de Dez de 2017 • 09:36

Irmã de Aécio Neves é liberada de prisão domiciliar

Irmã de Aécio Neves é liberada de prisão domiciliar

Foto: Agência Brasil

Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), foi liberada da prisão domiciliar e do uso de tornozeleira eletrônica, pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio de Mello. A decisão, publicada nesta quarta-feira (6), também serve para Frederico Pacheco, primo do senador Aécio Neves, e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG). Outras medidas cautelares impostas a eles, como a proibição de sair do país, a obrigação de entrega do passaporte, e a restrição de manter contato com os demais investigados, entre eles Aécio Neves, também foram retiradas.

A decisão atendeu aos pedidos das defesas de Frederico Pacheco e de Mendherson Souza Lima e se estendeu à Andrea. O trio é investigado por causa da delação premiada do empresário Joesley Bastista, que disse ter sido procurado por Andrea para pedir dinheiro em nome de Aécio Neves. O ministro Marco Aurélio de Mello afirmou na decisão que a denúncia com relação aos três ficou restrita à corrupção passiva em coautoria.

O advogado de Andrea, Marcelo Leonardo, disse que sua cliente recebe a decisão com serenidade e afirmou que, em liberdade, terá melhores condições de demonstrar sua inocência.



publicidade:


Notícias : Política