Política por Bárbara Silveira e Gabriel Nascimento no dia 17 de Jul de 2017 • 08:25

Rui cita opositores que “falam, mas não têm capacidade de fazer”: “Olho e dou risada”

Rui cita opositores que “falam, mas não têm capacidade de fazer”: “Olho e dou risada”

Foto: Tácio Moreira/Metropress

Em conversa com Mário Kertész nesta segunda-feira (17), direto do Palácio de Ondina, em Salvador, o governador Rui Costa (PT) comemorou a viagem de número 300 da sua gestão, que vai acontecer mais tarde, para a cidade de Santa Luz.O petista aproveitou para citar algumas obras que já foram feitas no interior do Estado e citou os opositores que, segundo ele, “falam e não têm capacidade de fazer”.

“Esse debate é bom porque isso simboliza que quem tá falando não conhece o estado, nem os números e orçamento (...) Esse é um debate fácil de fazer, porque muita gente fala, mas nem se preocupa em fazer, em ver o orçamento do estado. Só olho e dou risada. Se continuar assim com gente desinformada falando o que não sabe, fica mais fácil”, brincou.

O governador falou ainda sobre os projetos executados na capital. “O projetos de Salvador foram contratados quando todo esse movimento, da Copa do Mundo e houve um movimento grande de oferta e desastres naturais que aconteceram (encostas). A única diferença é que tem gente que fala, fala, mas não executa, não arruma recursos. Nós não deixamos passar nenhuma oportunidade em vão. O governo federal lá atrás ofereceu para as cidades para captar recursos. Jaques Wagner ainda era governador. Ele me autorizou para auxiliar as cidades históricas, criou o PAC. Não perdemos a oportunidade, por isso todas as ruas do Centro quem tá fazendo a obra é o governo do estado. As obras de mobilidade também, época do PAC de Lula e Dilma. Tudo que o governo federal e os bancos disponibilizam temos competência e capacidade para buscar o recurso. As inaugurações vão calar os opositores”, afirmou.

Acompanhe ao vivo:



publicidade:


Notícias : Política