Mundo por Marina Hortélio no dia 16 de Abr de 2018 • 21:00

Visita de inspetores à Síria é adiada

Visita de inspetores à Síria é adiada

Foto: Reprodução/Twitter/arturaskerelis

A visita de inspetores internacionais para analisar o ataque químico na Síria, que estava marcada para hoje (16), foi adiada. O atraso levou a uma troca de acusações entre a Rússia e potências ocidentais sobre a responsabilidade da prorrogação.

Moscou culpa a tríade pelo atraso, pois o ataque autorizado pelos três países aconteceu no mesmo dia da chegada dos inspetores da Opaq em Damasco, o que teria adiado a visita. "O que tem impedido uma resolução rápida deste problema são as consequências da ação militar ilegal e ilegítima feita pelo Reino Unido e outros países no sábado", afirmou o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguei Ryabkov.

Em resposta às afirmações de Ryabkov, o representante britânico na Opaq, Peter Wilson, disse que a equipe não conseguiu chegar ao local porque a Rússia e a Síria não deram garantias de segurança ao grupo. O enviado americano, Kenneth Ward, alegou que há uma possibilidade de o país governado por Putin ter manipulado provas e ter alterado o local do ataque químico.



publicidade:


Notícias : Mundo