Cidade 19 de Jun de 2017 • 11:55

"A gente desconfia que tenha sido criminoso", diz Neto sobre incêndio no Mercado de Cajazeiras

'A gente desconfia que tenha sido criminoso', diz Neto sobre incêndio no Mercado de Cajazeiras

Foto: Tácio Moreira/ Metropress

Em conversa com a imprensa, durante visita ao Mercado Municipal de Cajazeiras, na manhã desta segunda-feira (19), o prefeito ACM Neto (DEM), falou sobre o incêndio que atingiu o equipamento e afirmou que podem ter colocado fogo no estabelecimento de maneira proposital.

"Primeiro, quero lamentar o que aconteceu. Nós ainda não temos um diagnóstico definitivo, conversei, inclusive, com a equipe de perícia técnica, que está coletando todas as informações. Eles indicam que talvez sejam necessários entre 30 e 45 dias para ter uma posição definitiva, porém, o que a gente hoje desconfia como principal causa é que tenha sido de fato um incêndio criminoso. Ou seja, que a motivação tenha sido destruir o Mercado Municipal de Cajazeiras. O que é muito grave", considerou.

"Eu já solicitei todo apoio por parte dos órgãos de investigação da polícia para que, de fato, se chegue à conclusão do que aconteceu, do que provocou o incêndio. Se ele foi um incêndio criminoso, nós vamos buscar os autores desse ato lamentável e, é claro, garantir que eles sejam devidamente punidos", prometeu o prefeito, ressaltando sua crença na tese de que o ato foi intencional: "Nós aqui colocamos muito dinheiro público para realizar essa obra e não é aceitável que por nenhuma motivação, quem quer que seja tenha feito esse ato criminoso. Ainda não podemos acertar com 100% de certeza que se trata de um ato criminoso, mas todos os indicativos são nessa direção".



publicidade:


Notícias : Cidade