Terça-feira, 21 de setembro de 2021

Cidade

"Denúncia antiga", diz prefeitura sobre operação da PF em Candeias

Segundo a assessoria do município, ação se refere a fatos ocorridos durante a gestão da primeira-dama, Soraia Cabral, como secretária de Saúde

"Denúncia antiga", diz prefeitura sobre operação da PF em Candeias

Foto: Metropress

Por: Juliana Rodrigues no dia 11 de junho de 2021 às 08:44

Em nota enviada ao Metro1, na manhã desta sexta-feira (11), a Prefeitura de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, informou que os mandados de busca e apreensão cumpridos pela Polícia Federal na casa do prefeito Dr. Pitágoras (PP) se referem a uma "denúncia antiga".

De acordo com a assessoria do município, a operação ocorre na residência do gestor porque, à época, a secretária de Saúde era a primeira-dama, Soraia Cabral. "Não há busca e apreensão contra o prefeito. Há também na secretaria de Saúde, onde já foram entregues todos os documentos", diz o comunicado.

A ação da PF investiga desvio de recursos públicos, após uma denúncia sobre compra de respiradores e máscaras de proteção contra a Covid-19 em 2020. A prefeitura adquiriu, sem licitação, junto à empresa Manupa Comércio, Exportação, Importação de Equipamentos e Veículos Adaptado Eireli, oito respiradores no valor de R$ 175 mil, totalizando R$ 1,4 milhão.

"Denúncia antiga", diz prefeitura sobre operação da PF em Candeias - Metro 1