Brasil por Tayane Rodrigues no dia 13 de Abr de 2018 • 16:50

A cada 19h, uma pessoa LGBT é assassinada no Brasil

A cada 19h, uma pessoa LGBT é assassinada no Brasil

Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

O Brasil registrou 126 mortes de LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais) entre 1º de janeiro até 10 de abril de 2018, de acordo com dados divulgados pelo site Homofobia Mata, do Grupo Gay da Bahia (GGB).

Os dados também revelam que a cada 19h um LGBT é assassinado ou se suicida no Brasil. Cinquenta e dois por cento dos homicídios contra LGBTs do mundo ocorrem no país, líder entre os países com mais vítimas fatais por discriminação à orientação sexual.

De acordo com o GGB, 47 gays, 26 lésbicas, três bissexuais, 31 travestis, 17 mulheres trans, um homem trans e dois bissexuais foram vítimas de homofobia só este ano, além do registro de dois heterossexuais assassinados após serem confundidos com homossexuais.

“É absurdo que tio, pai, irmão não possam mais demonstrar afeto entre si, sem serem massacrados como se fossem gays”, alerta Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia.



publicidade:


Notícias : Brasil