Cultura

Senado aprova luto de três dias em razão da morte de João Gilberto

Essa é primeira manifestação de luto oficial por um dos poderes da República em razão do falecimento do músico

[Senado aprova luto de três dias em razão da morte de João Gilberto]
Foto : EBC

Por Matheus Simoni no dia 09 de Julho de 2019 ⋅ 22:43

O Senado decretou luto oficial por três dias no Congresso Nacional em pesar pela morte do cantor e compositor João Gilberto, ocorrida no último sábado (6). O pedido foi feito pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e colocado em votação no Plenário do Senado nesta terça-feira (9) pelo presidente Davi Alcolumbre.

Essa é primeira manifestação de luto oficial por um dos poderes da República em razão do falecimento do músico. 

Na segunda-feira (8), indagado por jornalistas, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, informou que o presidente Jair Bolsonaro não decretaria luto oficial após a morte de João Gilberto.

"Mesmo tendo falecido alguém com o nome de João Gilberto, fundador da Bossa Nova, tendo tido a decretação de luto oficial por parte da Unesco, do organismo das Nações Unidas responsável pela educação e pela cultura, o sr. Presidente da República não decretou luto oficial do Brasil. Eu rogo a Vossa Excelência, como Presidente do Congresso Nacional, hasteie a meio pau a bandeira do Congresso Nacional pelos próximos três dias", pediu Randolfe.

O presidente Alcolumbre acolheu a sugestão e colocou em votação para partilhar a decisão com os senadores de decretar o luto em pesar pela morte de quem considerou um “ícone da bossa nova brasileira”. Com o luto decretado as bandeiras do Brasil e do Mercosul ficarão a meio mastro pelos próximos três dias.

Notícias relacionadas