Saúde por Matheus Morais no dia 28 de Set de 2017 • 08:02

"Quando sentir dor no tórax é importante procurar logo o hospital", alerta cardiologista Eduardo Novaes

Foto: Luana Montargil/ Metropress

Um dos cardiologistas mais respeitados da Bahia e médico coordenador da Linha de Cardiologia do Hospital Aliança, Eduardo Novaes, falou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (28), sobre um evento que será realizado na unidade hospitalar nesta sexta-feira (29), quando é comemorado o Dia do Coração. O encontro começará às 8h30 no auditório do Aliança e contará com a participação de pacientes e clientes que já passaram por problemas cardíacos. "No Dia do Coração, queremos falar além da prevenção binária, que também é importantíssima. Vai ser um evento interessante, vamos ouvir pacientes, clientes", ressaltou.

Segundo o especialista, são cerca de 17 milhões de mortes no mundo causados pelo infarto. No Brasil, estima-se que de 300 a 400 mil pessoas morrem por causa de infarto, anualmente. "É importante cuidar do coração. Os pacientes também têm que se interessar aspectos psíquicos. O paciente tem que entender o que está se passando com ele. Hoje o paciente tem que estar no centro do cuidado, sabendo de tudo, tomando as decisões junto com os médicos", ressaltou.

Segundo Novaes, um dos principais sintomas do infarto é a dor no tórax. "Quando sentir a dor no tórax o fundamental é procurar logo o hospital. A população tem que ficar atenta; a maioria das dores no tórax não serão nada, mas poderão ser um infarto. O melhor é não perder tempo. Tem gente que vai fazer um chá para ver se passa, tirar um cochilo para ver se passa, tomar um banho. Não deve se fazer nada disso. Tem que procurar logo um hospital", alertou.



publicidade:


Notícias : Saúde