Política por Metro1 no dia 14 de Jan de 2018 • 07:31

Metade dos ministros de Temer são alvos da Comissão de Ética

Metade dos ministros de Temer são alvos da Comissão de Ética

Foto: Lula Marques/AGPT

Dos 28 ministros do presidente Michel Temer (MDB), 14 respondem a questionamentos na Comissão de Ética Pública da Presidência.

De acordo com a Coluna Estadão, Duas denúncias concentram a maior parte dos envolvidos: uma delas, de autoria do PT, acusa titulares de ganharem cargos no primeiro escalão depois de votarem a favor do impeachment de Dilma Rousseff.

A outra apura denúncia de que pré-candidatos usaram agendas oficiais para privilegiar suas bases eleitorais nos Estados.

Os três principais articuladores do núcleo duro do Planalto: Moreira Franco (Secretaria da Presidência), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) são alvos de denúncias. Eles negam as acusações.

Dez ex-ministros de Dilma e Temer continuam na mira do colegiado, mesmo após terem deixado as pastas. Entre eles, Paulo Bernardo (Comunicação), Ronaldo Nogueira (Trabalho), Marcos Pereira (Indústria) e Geddel Vieira Lima (Governo). Em defesa, todos negam envolvimento nas denúncias.



publicidade:


Notícias : Política