Política 17 de Jul de 2017 • 12:17

Tornozeleira eletrônica para Geddel deve chegar em até 30 dias, afirma Seap

Tornozeleira eletrônica para Geddel deve chegar em até 30 dias, afirma Seap

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), determinou na semana passada que o ex-ministro Geddel Vieira Lima fosse solto, porque o Distrito Federal, Goiás e a Bahia não dispunham de tornozeleiras eletrônicas disponíveis. O secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, afirmou à imprensa, em Santa Luz, que os dispositivos estarão disponíveis em até 30 dias, para Geddel e outros presos em situação similar.

"Estamos com 3.200 [tornozeleiras] em curso, só com recurso do estado. Acredito que a partir de hoje, no contato com a empresa e com a licitação concluída, a gente possa definir o prazo de chegada. Eles ficaram de em 30 dias entregar o equipamento, mas vamos tentar resolver em menos de 30 dias", declarou o secretário, integrante da comitiva do governador Rui Costa, que comemora a viagem 300 ao interior nesta segunda (17).



publicidade:


Notícias : Política