Política por Matheus Morais no dia 19 de Jun de 2017 • 10:11

Jutahy Magalhães usou verba da Câmara para bancar viagens de campanha, diz site

Jutahy Magalhães usou verba da Câmara para bancar viagens de campanha, diz site

Foto: Tácio Moreira/ Metropress

De acordo com um levantamento feito pelo site Congresso em Foco, o deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) rodou várias cidades do interior do estado, no ano passado, para ajudar colegas de partido e coligações na eleição para prefeito, vice-prefeito e vereador, só que em aeronaves fretadas e pagas pela cota da Câmara dos Deputados. Ainda segundo a publicação, o custo total das viagens foi de R$ 55,9 mil.

A apuração de todas as irregularidades foi feita pela Operação Política Supervisionada (OPS), iniciativa popular com foco na fiscalização do uso de recursos públicos. A utilização de dinheiro da verba indenizatória para cobrir despesas de caráter eleitoral, qualquer que seja ela e a qualquer tempo, é proibida pela própria Câmara.

 

O site mostra que Jutahy saiu, em 16 de setembro do ano passado, de Salvador e foi até a cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina, depois percorreu de carro cerca de 90km para ajudar na campanha de Joyuson e Átila, candidatos à prefeitura de Utinga. O tucano pernoitou com seu assessor em uma pousada de Lençóis, que também foi paga com o chamado "cotão". Em seguida, ele seguiu para as cidades de Luís Eduardo Magalhães, Buritirama e Barreiras, todos na região oeste do estado, sempre em busca de votos para postulantes apoiados pelo seu partido. No dia 18, voou até Santa Maria da Vitória. De lá, de carro, foi até Santana, a cerca de 50km.

A OPS afirmou que todos os deputados apontados serão denunciados ao Ministério Público Federal (MPF) por uso irregular de verba pública. Também será encaminhada à Câmara solicitação para que seja promovida a restituição do dinheiro aos cofres públicos. Também usaram o "cotão", os deputados federais Giacobo (PR-PR), Átila Lins (PSD-AM), Júlio César (PSD-PI), Nilson Pinto (PSDB-PA) e Ságuas Moraes (PT-MT). Todos eles alugaram aeronaves para se deslocar por diversas cidades de seus estados. A verba também custeou hospedagens em hotéis durante os compromissos. As despesas somaram um total de R$ 288 mil.

Ao Congresso em Foco, Jutahy afirmou que participou das campanhas eleitorais como parte de sua atividade parlamentar e que acredita não ter cometido qualquer erro no uso da verba indenizatória. 



publicidade:


Notícias : Política