Política 20 de Mar de 2017 • 13:21

Temer diz que agronegócio não pode ser prejudicado por "pequeno núcleo"

Temer diz que agronegócio não pode ser prejudicado por

Foto: Beto Barata/PR

Ao comentar a operação Carne Fraca, considerada pela Polícia Federal como a maior da história, o presidente Michel Temer (PMDB) declarou que o agronegócio nacional não pode ser desvalorizado por um “pequeno núcleo”.

O presidente defendeu ainda o sistema sanitário no Brasil e disse que os frigoríficos que estão sendo investigados representam um número pequeno diante do total existente no país.

"O agronegócio para nós no Brasil é uma coisa importantíssima e não pode ser desvalorizado por um pequeno núcleo, uma coisa que será menor, apurável, fiscalizável, punível, se for o caso, mas não pode comprometer todo o sistema que nós montamos ao longo dos anos", disse.

A declaração do presidente Temer aconteceu na reunião do Conselho de Administração da Câmara Americana de Comércio Brasil-Estados Unidos (AmCham), em São Paulo. 

Deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (17), a operação Carne Fraca investiga a existência de um esquema para liberar licenças irregulares para a venda de carnes e fraudar a fiscalização de frigoríficos.

publicidade:


Notícias : Política

Carregar mais