Política por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 11 de Jan de 2017 • 13:35

"Não admito que digam que roubei um centavo desse país", dispara Lula

Foto: Tácio Moreira/Metropress

O ex-presidente Lula (PT) participou do 29º Encontro Estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), na manhã desta quarta-feira (11), em Salvador, e declarou que não aceita ser chamado de ladrão. Sem descartar uma nova candidatura para presidência da República em 2018, o líder petista disparou: "Na política aceito tudo, mas não admito que neste país qualquer pessoa tenha o direito de dizer que o Lula roubou um centavo desse país, não admito".

"Se eu não roubei quando eu tinha 10 anos, quando queria um 'chiclete de bola', uma maça daquelas argentinas, não fiz pra não envergonhar minha mãe, eu não ia envergonhar ela agora. As pessoas que estão me julgando se condenam. Ando de cabeça erguida e não vou abaixar a cabeça para ninguém. Se preparem, se preparem...", concluiu.

 



publicidade:


Notícias : Política