Polícia por Matheus Simoni no dia 26 de Jan de 2018 • 16:06

SSP reforça policiamento em Mata Escura e Jardim Santo Inácio

SSP reforça policiamento em Mata Escura e Jardim Santo Inácio

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

A Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque iniciou um reforço no policiamento dos bairros de Mata Escura e Jardim Santo Inácio nesta sexta-feira (26). A iniciativa ocorre após a queima de um ônibus na Avenida Cardeal Brandão Vilela. O ocorrido teria sido provocado por moradores em represália pela morte de uma jovem após uma operação policial na região.

O reforço foi iniciado, na manhã da última quinta-feira (25). Além do Choque, o Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) e as Rondas Especiais (Rondesp) Central somam esforços no patrulhamento e abordagens.

Durante varredura, dois adolescentes, irmãos, foram flagrados com drogas em uma casa. Segundo a polícia, no celular de um deles havia mensagens de um traficante relatando que, na parte de cima, o grupo estava "na atividade", que significa fiscalizando a região. A dupla responde "aqui embaixo também atividade".

Em outra rua, outro jovem, que já tem passagem pela polícia, correu e se escondeu na casa da mãe. O menor foi revistado e liberado. A mãe, grávida, fumava um cigarro de maconha, em frente a outra filha, de 8 anos.

"Esta é a nossa realidade. Dois adolescentes morando sozinhos e trabalhando para uma quadrilha. No outro caso uma mãe, grávida, com um filho envolvido e usando drogas na frente da outra filha. É neste cenário que descemos todos os dias e em alguns momentos o confronto acontece”, explicou o comandante da 48 CIPM, major César Souza Ferreira.

O oficial acrescentou que o objetivo do reforço é capturar os autores do incêndio que são os mesmos responsáveis pela ação que terminou com uma garota de 11 anos atingida. “Todos os policiais ficaram sentidos. Somos pais também. A quadrilha está identificada e vamos trabalhar para tirá-la de circulação", afirmou.



publicidade:


Notícias : Polícia