Polícia 11 de Jan de 2017 • 18:41

Mandante da morte do cabeleireiro Valdir diz que crime foi motivado por ciúmes

Mandante da morte do cabeleireiro Valdir diz que crime foi motivado por ciúmes

Foto: Reprodução / Facebook

Edgar Silva Santos confessou à polícia nesta quarta-feira (11) que a morte do cabeleireiro Valdir Macário foi motivada por ciúmes. De acordo com o suspeito, Valdir estava ajudando o seu irmão Reginaldo a ter encontros com a esposa dele, Jucilene Alves dos Santos.

De acordo com o depoimento, os comparsas teriam se solidarizado com a dor do mentor do crime.
Antes de Valdir, Reginaldo havia sofrido um atentado um mês antes. Edgar foi mentor dos dois crimes, tanto da tentativa contra o irmão de Valdir, quanto com a morte do cabeleireiro. Ele confirmou à polícia que teria se envolvido com a mulher e revelou que já estava em processo de separação.

A informação foi divulgada pelo diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), José Bezerra, durante coletiva de imprensa em que a delegada Jaqueline Gordilho, delegada titular em execício da 6° Delegacia Territorial (DT/Brotas), também estava presente.



publicidade:


Notícias : Polícia