Mundo por Matheus Morais no dia 12 de Out de 2017 • 15:42

Depois dos EUA, Israel também anuncia saída da Unesco

Depois dos EUA, Israel também anuncia saída da Unesco

Foto: Abir Sultan/Agência Lusa


Depois dos Estados Unidos anunciarem a saída da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Israel também tomou a mesma decisão e informou nesta quinta-feira (12) que não permanecerá na entidade. Para Israel, a atuação da Unesco tornou-se um "teatro do absurdo".

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu "deu a instrução ao Ministério das Relações Exteriores para preparar a retirada de Israel da organização, paralelamente aos Estados Unidos", afirma uma nota de seu gabinete. "A Unesco se tornou o teatro do absurdo, onde se deforma a história, em vez de preservá-la", ressaltou.

No ano passado, Israel anunciou a suspensão de sua cooperação com a Unesco, um dia depois de uma votação criticada pelos israelenses sobre um local sagrado de Jerusalém. Do ponto de vista israelense, a decisão seria uma negação do vínculo milenar entre os judeus e a cidade.

Membros da Unesco chegaram a criticar a restrição de acesso de muçulmanos a um local, reverenciado por judeus e muçulmanos, que é conhecido por judeus como Monte do Templo e por muçulmanos como al-Aqsa our Haram al-Sharif.



publicidade:


Notícias : Mundo