Mundo 21 de Abr de 2017 • 10:23

Atirador de atentado em Paris foi detido em fevereiro por ameaças contra a Polícia

Atirador de atentado em Paris foi detido em fevereiro por ameaças contra a Polícia

Foto: Reprodução / AFP

O atirador que matou um policial e deixou um civil ferido na noite da última quinta-feira (20), em Paris, já havia sido condenado em 2005 por atirar contra dois agentes e foi detido em fevereiro por ameaças contra as forças da ordem.

Há alguns meses a divisão antiterrorista da Promotoria de Paris abriu uma investigação preliminar contra ele por ameaças à Polícia. Em fevereiro, ele foi detido e interrogado em Meaux, nos arredores de Paris, mas teve que ser libertado por falta de provas concretas. O terrorista foi identificado como Karim Cheurfi

Três pessoas da família do atirador estão sendo interrogadas sob detenção e revistas estão sendo feitas na região de Paris. No carro do terrorista, foram encontrados um fuzil de calibre 12, duas facas de cozinha, um secador, um Corão e várias notas nas quais havia endereços de delegacias de Polícia.

Cheurfi foi condenado em 2005 a 15 anos de prisão por crimes de 2001, quando feriu a bala um policial após se envolver em um acidente de trânsito. Alguns dias depois, já detido, ele voltou a ferir um agente ao roubar dele a arma quando era tirado da cela. Ele saiu da prisão em 2015. O atirador foi abatido no atentado da última quinta-feira.



publicidade:


Notícias : Mundo