Economia 04 de Jan de 2017 • 19:04

Caixa Econômica pode cortar 10 mil funcionários para conter gastos

Caixa Econômica pode cortar 10 mil funcionários para conter gastos

Foto: Michel Diogo/EPTV

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (04) que pretende abrir um plano de demissão voluntária (PDV) em 2017 para cortar 10 mil funcionários. A iniciativa é uma tentativa de a instituição financeira se reestruturar e evitar pedir ajuda ao Governo Federal.

Em outubro de 2016, o presidente do banco, Gilberto Occhi, afirmou ao Wall Street Journal que a empresa pública teria de vender ativos e cortar dividendos obrigatórios para não recorrer ao governo em 2018. O presidente disse ainda que a Caixa se encontra com estruturas inchadas e lucratividade inferior aos bancos privados.

Occhi destacou também que, entre os ativos que podem ser vendidos, estão a Lotex, a divisão de loterias da Caixa, a Caixa Seguridade e participações que o banco detém no frigorífico JBS e no banco Pan.

No final do ano passado, o Banco do Brasil anunciou um plano de aposentadoria incentivada para cortar 18 mil pessoas. No fim do processo, conseguiu a adesão de 9,4 mil trabalhadores.

publicidade:


Notícias : Economia

Carregar mais