Cultura por Matheus Simoni e Paloma Morais no dia 04 de Dez de 2017 • 18:22

Pondé critica juventude masculina: ʹNão sabem como se relacionarʹ

Pondé critica juventude masculina: ʹNão sabem como se relacionarʹ

Foto: Tácio Moreira/Metropress

O filósofo e escritor Luiz Felipe Pondé conversou com Mário Kertész durante o programa Entre Páginas da Rádio Metrópole nesta segunda-feira (4), no Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura do Salvador Shopping. Ao citar a experiência como professor de Ciências da Religião da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e de Filosofia na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), Pondé criticou a juventude masculina e afirmou que o grupo tende a "empobrecer".

"Quando eu digo que vejo nos meninos mais novos uma precariedade, eles não sabem o que dizer, têm medo, querem ser mais feministas que as próprias feministas. Há um empobrecimento dos meninos. Acho que eles se apavoraram com a evolução das meninas", declarou.

Ainda de acordo com Luiz Felipe Pondé, o problema é mais visível entre os jovens abaixo da faixa dos 35 anos. "Os de 18 nem sabem andar direito, gaguejam. Os jovens estão muito acuados, têm medo do futuro, eles têm medo, não têm futuro profissional e, com o capitalismo cada vez mais instável, vão ganhar cada vez menos", afirmou.



publicidade:


Notícias : Cultura