Cidade por Paloma Morais no dia 13 de Jan de 2018 • 09:02

Movimento LGBT protesta contra ataques homofóbicos em bar na Avenida Carlos Gomes

Movimento LGBT protesta contra ataques homofóbicos em bar na Avenida Carlos Gomes

Foto: Divulgação

Lideranças do movimento LGBT de Salvador realizaram um protesto na última sexta-feira (12) no centro da cidade contra ataques homofóbicos ao Bar Caras e Bocas, pertente ao casal Rosy Silva e Alessandra Leitte. De acordo com o movimento, o local, que é ponto de encontro da comunidade LGBT, recebe constantes ataques de um morador do edifício Santo Amaro, ao lado do estabelecimento.

Os manifestantes saíram no Beco do Arco, em frente ao bar, e percorreram a Avenida Carlos Gomes com faixas e cartazes. O objetivo do protesto, de acordo com os líderes do movimento, foi chamar a atenção dos moradores do prédio, comerciantes e a população em geral, sobre a onda de ataques que, desde a inauguração do espaço, no último dia 5 deste mês, tem sido recorrente.

A dona do estabelecimento, Rosy Silva, contou que o local é alvo de pedradas de vizinhos. “Ontem eles jogaram pedra novamente, e hoje estamos aqui, protestando, podem jogar tudo, mas fiquem sabendo que estarei aqui, resistindo ao seu ódio, com a minha luta e minha vontade de trabalhar honestamente. Quero lhe dizer, senhor ou senhora homofóbica, que não estou sozinha: mexeu com uma mexeu com todas. Estamos aqui nas ruas mas também na justiça, para punir os responsáveis por tanta violência", disse.

 



publicidade:


Notícias : Cidade