Cidade por Gabriel Nascimento no dia 07 de Dez de 2017 • 12:19

Abrigo Dom Pedro II: promotora diz que Semps deu ʹinformações parciaisʹ sobre mudança

Abrigo Dom Pedro II: promotora diz que Semps deu ʹinformações parciaisʹ sobre mudança

Foto: Divulgação

A transferência de idosos do abrigo Dom Pedro II, na Cidade Baixa, foi tema de uma audiência pública promovida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), na última quarta-feira (6), mas não houve acordo. O órgão voltou a questionar o motivo da mudança e cobrar mais detalhes da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza de Salvador (Semps).

A promotora Márcia Teixeira conversou com o Metro1, no fim da manhã desta quinta-feira (7), e disse que somente "informações parciais" foram encaminhadas pela Semps. "Precisamos saber como a Prefeitura está pensando isso porque temos idosos que vivem lá por muito tempo e para que a mudança seja feita é necessário fazer o mínimo de inserção na nova área", disse.

Para ela, a hipótese de realizar reformas pontuais no abrigo, sem precisar retirar os idosos, tem que ser analisada. "Aconteceu uma em 2014 sem precisar que eles saíssem de lá. É necessário avaliar se há a necessidade realmente de fazer essa retirada para evitar o abalo, tem a saúde. Os idosos têm seus apegos, têm uma adaptação com tudo e muitos não têm família", acrescentou.

Ainda segundo a promotora, o próximo passo do MP-BA será uma visita à casa que pretende ser utilizada pela prefeitura, em Itapuã, no dia 15 de janeiro. O Metro1 tentou entrar em contato com a responsável pela pasta, Tia Eron (PRB), mas não obteve sucesso.



publicidade:


Notícias : Cidade