Cidade por Paloma Morais no dia 19 de Jun de 2017 • 19:37

“Podemos sair da base a qualquer momento", dispara Alckmin sobre o PSDB

“Podemos sair da base a qualquer momento', dispara Alckmin sobre o PSDB

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou, nesta segunda-feira (19), que o PSDB pode cortar relações com o governo do presidente Michel Temer a “qualquer momento”, segundo informações do jornal O Estado de São Paulo.

“Podemos sair da base a qualquer momento. Sair é deixar de ter ministério, o que, aliás, eu acho completamente secundário. Quando houve o impeachment, fui contra que o PSDB ocupasse ministérios, sempre fui. Não deveria ter entrado, indicando ministros, mas a maioria decidiu”, disse.

Segundo Alckmin, exiestem três correntes com pensamentos diferentes sobre a permanência, ou não, do PSDB como aliada ao governo Temer, e que a prioriadade, no momento, é terminar as reformas trabalhista e da previdencia. “Tem aqueles que querem sair imediatamente; aqueles que, assim como um casamento, é até que a morte dos separe; e a nossa posição, que é aguardar para completar as reformas, questão de 60, 90 dias. Nosso compromisso não é com o governo, mas com a retoma do emprego, o crescimento da economia e da renda da população. Se saíssemos imediatamente, iríamos piorar a situação”, afirmou.



publicidade:


Notícias : Cidade