Cidade 11 de Jan de 2017 • 12:37

Dois meses após o crime, suspeitos da morte de Valdir Macário são presos

Dois meses após o crime, suspeitos da morte de Valdir Macário são presos

Foto: Divulgação

Os suspeitos de matar o cabeleireiro Valdir Macário foram presos na manhã desta quarta-feira (11). Edgar Silva Santos, o Chocolate, e Patric Ribeiro Tupinambá serão apresentados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ainda na tarde desta quarta. As investigações concluíram que Chocolate foi o mandante do crime e Patric agiu como um dos executores da ação, que foi motivada por ciúme.

Ao Correio, o diretor do DHPP delegado José Bezerra Júnior, explicou que a morte de Valdir teve relação com o atentado sofrido pelo seu irmão, Reginaldo Manoel da Silva, que teria envolvimento com a namorada de Chocolate. "Sabemos que outras duas pessoas também participaram da ação que resultou na morte do cabeleireiro e estamos trabalhando para identificá-las", disse. 

 



publicidade:


Notícias : Cidade