Brasil por Luiza Leão no dia 10 de Jan de 2018 • 15:20

Acusados de matar Loalwa Braz, do Kaoma, pegam até 37 anos de prisão

Acusados de matar Loalwa Braz, do Kaoma, pegam até 37 anos de prisão

Foto: Divulgação

O trio de acusados pelo assassinato de Loalwa Braz Vieira Machado Ramos, cantora do grupo Kaoma, foram condenados a 37, 28 e 22 anos de prisão. Os três vão responder pelo crime de latrocínio, roubo seguido de morte, de acordo com decisão divulgada na segunda-feira (8) pela 1ª Vara de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio.

Os acusados ainda podem recorrer da decisão, mas em regime fechado. Loalwa Braz, 63 anos, vocalista na década de 1990, teve o corpo encontrado em um carro incendiado em 19 de janeiro de 2017.

Segundo a polícia, os homens invadiram a pousada que pertencia à artista, a colocaram no veículo e a levaram para a Estrada da Barreira, onde o carro foi incendiado.



publicidade:


Notícias : Brasil