Brasil por Laura Lorenzo no dia 19 de Abr de 2017 • 18:23

Governo tenta votar novamente urgência para projeto de reforma trabalhista

Governo tenta votar novamente urgência para projeto de reforma trabalhista

Foto: Camila Domingues/ Palácio Piratini

O requerimento de urgência para o projeto 6787/16, que trata da reforma trabalhista, não obteve votos o suficiente na última terça-feira (18), e por isso o governo vai tentar novamente, nesta quarta-feita (19), a aprovação da urgência. Na última votação, o governo só conseguiu mobilizar 230, dos 257 votos necessários para a aprovação.

Caberá ao presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidir se colocará o requerimento em votação nesta quarta ou não. Caso a urgência seja aprovada, o texto poderá ser colocado em votação na comissão especial, na próxima semana, e, então estará pronto para ser analisado no plenário.

Com a aprovação do regime de urgência, alguns prazos serão dispensados, como os de vista (duas sessões) e para apresentação de emendas ao substitutivo (cinco sessões). Caso a nova tentativa falhe, o projeto terá que ser discutido e votado na Comissão Especial da Reforma Trabalhista, tendo que obedecer a alguns prazos. A oposição protestou e classificou a nova tentativa de "manobra".



publicidade:


Notícias : Brasil