Bahia por Milene Rios e Matheus Morais no dia 19 de Jun de 2017 • 08:49

Rui Costa destaca instalação de policlínicas e hospitais municipais: “Regionalizando a saúde pública”

Rui Costa destaca instalação de policlínicas e hospitais municipais: “Regionalizando a saúde pública”

Foto: Tácio Moreira /Metropress

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (19), o governador Rui Costa falou que uma das marcas que pretende deixar para a Bahia, ao final do mandato, é um sistema de saúde digno para a população. Ele destacou a capacidade das policlínicas e a modernização dos hospitais municipais no interior do estado, o que desafoga os leitos da capital e regionaliza a saúde pública.

"Não adianta lutar contra a modernidade, Salvador e a Bahia estão se modernizando. Nós temos o maior investimento feito na Bahia neste momento. Nós estamos entregando até agosto quatro policlínicas regionais, que vão fazer os exames. Cada policlínica tem o investimento de 24 milhões de reais. Vão fazer colonoscopia, endoscopia, ressonância. Vamos entregar, Jequié, Guanambi, Teixeira de Freitas e da região de Irecê. Os esquipamentos estão chegando e até agosto inauguramos. Já inaugurei as obras da policlínica de Valença, de Santo Antonio de Jesus, de Feira de Santana e Alagoinhas. Com isso estamos regionalizando a saúde pública”, destacou Rui Costa, que falou ainda, sobre a instalação de hospitais municipais em cidades do interior.

“Até agosto inauguro o Hospital Municipal que está dentro de Ilhéus e vai substituir o Hospital Luiz Viana, que vai ser só maternidade. Inauguro também o primeiro hospital da Chapada Diamantina, em agosto. Nós reabrimos o Hospital de Ruy Barbosa e vamos colocar lá 20 leitos de UTI, o hospital de Brumado também vai ganhar 20 leitos de UTI,  vamos fazer uma completa reforma no hospital de Senhor do Bonfim, que também vai ganhar 209 leitos de UTI, em Alagoinhas vamos ampliar o Dantas Bião e implantar mais 20 leitos de UTI, em Paulo Afonso pretendo iniciar as obras das Policlínicas. Vou construir mais 60 leitos no Hospital do Oeste e aumentar a produção. O hospital tem seis salas de cirurgia, mas está limitado pela quantidade de leitos. Fiz uma parceria com o prefeito e Luis Eduardo Magalhães e vamos fazer um hospital novo lá. O município vai construir a primeira etapa e nós entramos com os equipamentos, com isso vou encerrar meu mandato eixando um sistema de saúde mais digno e mais moderno. Meu mandato se encerra no dia 31 de dezembro de 2017.”



publicidade:


Notícias : Bahia