Bahia 16 de Mai de 2017 • 19:50

Recipiente usado para armazenar substância tóxica é achado em praia de Maraú

Recipiente usado para armazenar substância tóxica é achado em praia de Maraú

Foto: Divulgação/Secretaria de Meio Ambiente de Maraú

Um recipiente originalmente utilizado para armazenar uma substância tóxica foi encontrado em uma praia de Maraú, no sul do estado. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente da cidade, que falou ao portal G1, o caso ocorreu na Praia da Folha, localizada na Fazenda Lembrança.

Não há detalhes sobre como o recipiente, que foi encontrado vazio, foi parar na praia, mas o órgão suspeita que o objeto, com selo de fabricação da Noruega, tenha sido arrastado pela corrente marítima.

De acordo com o coordenador técnico da Secretaria, Jorge Robson, o galão é usado para armazenar uma substância composta por tetracloroetileno, querosene e nafta, que é utilizada para limpeza de cascos de navios. Ele chegou a essa conclusão a partir das informações, em inglês, contidas no selo do recipiente. Ainda segundo ele, apesar de estar seca e vazia, a embalagem ainda continha um cheiro forte.

O recipiente foi encaminhado para um galpão onde será incinerado. Segundo Robson, não há indícios sobre o impacto ambiental que o produto pode ter causado, mas que a situação será monitorada.



publicidade:


Notícias : Bahia